Uma gestão de frota eficiente traz a redução de custo, aprimoramento do planejamento e consequentemente o aumento das margens de lucro como principais benefícios. A gestão de frotas da SIA permite melhor acompanhamento das atividades logísticas, da carga horária de trabalho dos funcionários, além da gestão de custos de todo o sistema.

Para tornar sua gestão mais econômica, separamos alguns fatores que colaboram no processo de economia e que avaliamos por meio da condução do motorista.

MODO DE CONDUÇÃO

Muitos condutores, ao estacionar o veículo para preencher algum documento, fazer ou receber ligações, por exemplo, deixam o carro ligado, com o ar-condicionado funcionando, ou seja, em marcha lenta. Em alguns casos, cerca de 30% do consumo é devido ao uso do veículo em marcha lenta. Se o consumo mensal com o veículo é de R$ 10.000,00, significa que R$ 3.000,00, ao invés de entrar para o caixa da empresa, está entrando para o caixa do posto de gasolina.

Vale lembrar que alguns veículos, como os de quem presta serviço de guincho, por exemplo, o trabalho exige que estejam parados para atendimento, então, nossa avaliação é feita conforme o tipo de veículo também.  

FORMA DE UTILIZAÇÃO

Quanto maior a velocidade, maior o consumo de combustível, por esse motivo analisamos o excesso de velocidade. A 110 km/h o carro consome 25% mais combustível do que a 90 km/h. Vale lembrar que no caso de cidades com muito trânsito e congestionamento a velocidade média tende a ser baixa, porém, o consumo alto, pois o veículo parado ligado consome cerca de 5 litros/hora.

TEMPO DE UTILIZAÇÃO

Obviamente que quanto mais o veículo é utilizado mais gasto teremos com ele, mas nesse caso analisamos também a questão de horas extras, na qual é feito um cruzamento de informações que nos permite acompanhar o tempo de horas trabalhadas pelos motoristas desde o início até o fim da sua jornada de trabalho. 

Em veículos com uso prolongado além da jornada normal de serviço, vamos analisar também fatores como sobrecarga de trabalho, condutores que podem ser mais lentos para realizar as atividades, etc. 


Com toda análise em mãos, como contribuir para melhorar o desempenho dos seus motoristas?

Conscientização 

Por meio de palestras mostrando onde todos podem melhorar seu desempenho, como:

- Percentual de entregas realizadas;
- Gasto com combustível; 
- Autonomia média do veículo dirigido;
- Quantidade de multas e sinistro;
- Acelerações, frenagens e curvas bruscas.

Esses são apenas alguns exemplos de pontos que podem ser abordados em uma palestra de conscientização.

Campanhas

Ações para diminuir custos contemplando aqueles que mais se destacarem.

Instrução individual

Infelizmente, em alguns casos, somente uma conversa para resolver alguns problemas. Alguns condutores, durante uma avaliação de desempenho, acreditam ter produzido mais do que você está falando ou buscam formas de justificar a baixa produtividade. 

Por isso, é muito importante, por exemplo, definir com clareza os indicadores de produtividade que estão sendo considerados na avaliação diária, comunicar bem aos motoristas sobre esses indicadores e como eles serão medidos.

Assim, você fará uma avaliação justa e objetiva, a qual sua equipe não poderá dizer que uma pessoa está sendo perseguida e outra beneficiada por questões pessoais, facilitando a aceitação do resultado e também das ações para melhorias.

A SIA conta com profissionais qualificados para orientar motoristas na forma correta de se conduzir o veículo. 

Fale com a gente e encontre a melhor solução para a sua empresa!

Postado por

31 de agosto de 2021

Postado por
31 de agosto de 2021

  • 1
  • 2